universide del sentido

El 23 de junio, en el marco del Tercer Encuentro Mundial de docentes e investigadores de las Cátedras Scholas, el Papa Francisco invitó a los participantes a construir una universidad que eduque en la vida: la Universidad del Sentido.

270 docentes e investigadores de 166 universidades de 25 países (Albania, Alemania, Argentina, Bolivia, Brasil, Bélgica, Colombia, Costa Rica, Chile, República Dominicana, España, Estados Unidos, Filipinas, Haití, Italia, Irak, Israel, Luxemburgo, Mozambique, México, Nigeria, Paraguay, Perú, Polonia y Venezuela) se conectaron y, luego de recibir el mensaje del Santo Padre, reflexionaron en pequeños grupos qué propuestas ya existentes en sus propias instituciones pueden ayudar para crear un espacio en el que se pueda desarrollar este camino educativo.

En este sentido también analizaron cómo cada uno de ellos puede contribuir a generar ámbitos de acogida para crear una experiencia en su propia institución que pueda recibir a jóvenes de otras instituciones, de otros países, de otras religiones, de otras culturas, para promover esta búsqueda compartida del sentido, este educar para la vida, este compartir la gratuidad.

Para formar parte de la Universidad del Sentido, puede ver el mensaje del Papa Francisco y completar la breve encuesta para comenzar a pensar junto a Scholas el modo de llevar esta propuesta educativa a su comunidad educativa. 


IMG 20200617 WA0016
Numa cerimónia online, em videoconferência, a UPMaputo recebeu, oficialmente, no dia, 16.06.20, dia do Massacre de Moeda, do Metical e da Criança africana,  um importante donativo tecnológico da HUAWEI, como parte integrante  do equipamento para a instalação  da HUAWEI ICT ACADEMY da UPMaputo. Trata-se de dispisitivos de rede e conectividade que nesta fase vão servir para facilitar o processo de treinamento de eatudantea e técnicos no uso de tecnologias Huawei, numa altura em que decorre a formação e certificação de professorea da futura academia ICT.
Falando na videoconferência, Jorge Ferrão, Reitor da UPMaputo, disse que o donativo  é resultado de um acordo específico assinado entre a Huawei Technologies Mozambique Lda e a UPMaputo, em 2018, e de uma colaboração duradoura que, ao longo dos anos vem alargando cada vez mais as suas áreas, com o fim último de apoiar o capital humano da nossa universidade e de Moçambique. Ferrão, referiu que a UPMaputo, nos últimos tempos, tem estado empenhada no desenvolvimento de um Plano Tecnológico visando uma transição digital. *Queremos ser o maior centro de excelência para a área de Educação e tornarmo-nos num centro de referência regional em pesquisa sobre Educação e Formação de Pós-graduação. Para este propósito, acreditamos estar com o óptimo e oportuno parceiro, a Huawei Technologies*, rematou o Reitor da UPMaputo. Do lado da Huawei CEO em Moçambique, MR Wuku, disse que este é o início de um  caminho que abre portas para o futuro, numa clara alusão ao uso da tecnologia Huawei.  O Director de Cultivo de ICT da Huawei na Região Austral de África, MR Lubaoqiang, referiu que a Huawei tem perto de 168 Academias ICT espalhadas pelo mundo, e estar também  em Moçambique é um marco importante. Os jovens moçambicanos terão que competir com jovens de diferentes partes do mundo no domínio tecnológico e a Huawei está  a abrir este caminho, disse Lubaoqiang. A HUAWEI ICT ACADEMY da UPMaputo deverá entrar em funcionamsnto no primeiro semestre de 2021.
 
 
 
 IMG 20200608 WA0000
 
 
 
conferência no Dia Mundial do Meio Ambiente contou com a participação do Reitor da UPMaputo, parceira da Scholas  Occurrentes*.
O Papa Francisco, dirigiu, na tarde de sexta-feira, 05 de Junho de 2020, uma videoconferência por ocasião do Dia Mundial do Meio Ambiente. Sua Santidade comunicou à milhares de jovens de 170 cidades de diferentes partes do mundo, num encontro que contou com a participação de líderes sociais e representantes de várias instituições parceiras da Scholas Occurrentes, espalhadas pelo mundo, entre elas as primeiras-damas da América Latina e do Caribe e o Reitor da Universidade Pedagógica de Maputo, Prof. Doutor Jorge Ferrão. Participaram, igualmente, diversas figuras do desporto, da arte e das ciências.
Na ocasião, o Papa mostrou enorme preocupação com o meio ambiente, tendo destacado que "as feridas causadas à nossa mãe natureza são feridas que também sangram em nós, sendo que o cuidado dos ecossistemas precisa de olhar para o futuro e não pode tratar apenas do imediato". Segundo Sua Santidade, a humanidade não pode ficar calada diante do clamor da natureza, numa altura em que testemunhamos os custos muito elevados causados pela destruição e exploração dos ecossistemas. “Não é hora de continuar a desviar o olhar para o outro lado, indiferentes aos sinais de um planeta que está a ser saqueado e violado, pela avidez da ganância e em nome, muitas vezes, do progresso”, declarou Papa Francisco.
Durante uma emissão que durou mais de uma hora, partilhada em plataformas digitais, O Papa Francisco também destacou os grandes feitos da Scholas Occurrentes, organização ligada a igreja católica e por ele criada, em Buenos Aires, há 20 anos atrás, da qual a Universidade Pedagógica de Maputo é parceira, no apoio a crianças e adolescentes desfavorecidos, por meio de uma rede global de escolas pelo encontro, valorizando a arte, o desporto e a tecnologia nas propostas educativas. 
Nas palavras de Sua Santidade, “…uma educação que não escuta, não é educação. A educação tem de escutar, criar cultura, e ensinar a celebrar”.
Actualmente, a Scholas Occurrentes conta com 15 sedes regionais para 190 países, sendo as mais recentes as de Moçambique, Haiti, Estados Unidos, Japão e Chile. Assim, a Scholas Occurrentes vai criando pontes e abrindo portas em toda a geografia mundial.
De realçar que o Dia Mundial do Meio Ambiente foi estabelecido pela Organização das Nações Unidas, em 1972, e é celebrado ao redor do mundo, por meio de iniciativas individuais e colectivas em defesa do meio ambiente, como forma de causar impactos positivos no planeta.(x)

 

filosof medi 003

 

Está a ler a terceira edicção do “Meditações Sociais e Filosóficas”, uma Publicação em formato digital, da Faculdade de Ciências Sociais e Filosofia (FCSF) da Universidade Pedagógica de Maputo (UPMaputo). Em tempos de Pandemia COVID -19, que atirou estudantes e docentes para fora da sua esfera habitual, a sala de aulas, esta publicação procura trazer algumas reflexões, textos, não necessariamente artigos científicos e, contribuir no enriquecimento de leituras em casa. Nesta altura em que o MCTESTP aventa a possibilidade de retorno às aulas presencias nas instituições de ensino superior (IES), em 29 de Junho de 2020, uma vez observadas todas as condições de Biossegurança, avaliada a evolução epidemiológica e posterior autorização pelo Conselho de Ministros, trazemos aqui, em 26 páginas, quatro textos que vale a pena ler em casa.

 

Clique aqui para baixar MEDITAÇÕES SOCIAIS E FILOSÓFICAS- 003

IMG 20200601 WA0030
 
Reitores de Univerdidades Públicas e Directores Gerais de Instituições de Ensino superior público da Zona Sul do País, reuniram no dia, 01.06.20, na Sala dos Grandes Actos - Biblioteca Central da UPMaputo para em conjunto discutir o plano de ação e formas articuladas de intervenção face a pandemia da COVID -19, que atirou os estudantes para fora do espaço universitário, prosseguindo o processo de ensino e aprendizagem via plataformas digitais. A Reunião, convocada pela UPMaputo foi dirigida por Jorge Ferrão, Reitor da Pedagógica de Maputo, que elencou como pontos de agenda: Reflexão sobre as medidas adoptadas para a prevenção e combate à propagação da COVID -19; Apresentação e discussão de possíveis cenários e medidas a tomar para a retoma das atividades lectivas; Discussão sobre questões relacionadas ao pagamento de propinas e ainda um espaço para os diversos particulares e comuns. Participaram igualmente no encontro, vice reitores, directores de áreas afins das IESP e ainda representantes do Ministerio da Educação e Desenvolvimento  Humano e do Instituto Nacional de Desenvolvimento da Educação. O Ministério ds Tutela do Ensino Superior não esteve no encontro, justo porque, a reunião tinha também em vista, acertar os pormenores para uma plataforma comum de actuação na reunião que a seguir, na tarde de hoje, 01.06.20, os reitores tiveram com Gabriel Salimo,  Ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional. Segundo disse, Jorge Ferrão,  é fundamental que as Instituições de ensino superior público (IESP), actuem em conjunto, tenham uma coesão, apresentem uma imagem organizada, estruturada e preparada para o momento. É primordial  garantir que os estudantes continuem a beneficiar de um ensino de qualidade e com continuidade, apesar de estarem em casa, o que desde logo levanta diversas questões, tais como: Saber quantos estudantes estão a beneficiar do ensino On line e, ou,  à distância? como estão a beneficar? Que plataformas estão a usar e como estão a usar? Com que efeito? 
Todas estas questões e outras colaterais e concomitantes nos remetem para o fundamental, que é saber se este ensino que estamos a praticar pode nos levar a avaliar e validar o  processo e, consequentimente, o semestre. É chegado o momento de as IESP terem o seu próprio Conselho de Reitores, disse Ferrão, prontamente secundado por Orlando Quilambo, Reitor da UEM. Manuel Morais, Reitor da UniSave falou duma recente reunião tida com as universidades que resultaram da divisão da Universidade Pedagógica e que agregam 52 mil estudantes do ensino superior, portanto, com uma palavra a dizer em todo este processo que está a ser pensado conjuntamente. Morais propõe uma redução de 20 por cento no pagamento da propina, um número lançado contra outros apresentados que vão até 50 porcento ou mesmo o pagamento na totalidade como é o caso da ACIPOL. A UPMaputo apresentou um estudo sobre a conectividade dos estudantes e docentes,  tipo de plataformas usadas, as preferências e sua eficiência. Os resultados de acordo com  Manuel Zunguze um dos autores do estudo, revelou que o WhatSapp é a plataforma, de longe, mais usada por estudantes e docentes. As plataformas institucionais, Moodle e SIGEUP,  no caso da UPMaputo, não têm a preferência dos estudantes. O Reitor da UEM apresentou um quadro semelhante, ou seja, os estudantes preferem ou são compelidos a estudar usando o telefone (WhatSapp). 
Alexandre Manguele, Director Geral do ISCISA propõe que Estado estude uma forma de isentar o IVA para baixar o preço dos computadores, sobretudo Laptop para estudantes. Segundo Manguele, é inconcebível que um estudante do ensino superior não consiga comprar um Laptop devido ao elevado preço. José Mandra, Reitor da ACIPOL disse que os Cadetes pagam a propina na totalidade este assunto não para discutir, tanto mais que os cadetes recebem salário. José Mário Magode, Reitor da Universidade Joaquim Chissano, vai pelo meio termo e por um estudo mais aprofundado em cada universidade, para se saber o tamanho dos contribuintes, as necessidades da instituição e as possibilidades de manter o sistema em funcionamento. Do lado do MINEDH,  Samaria Tovela, Directora do Ensino Geral mostrou preocupação com o facto de muitos alunos continuarem fora de casa em pleno estado de emergência. Os números apresentados não são animadores, a maior parte dos estudantes continuam com o sistema de fichas, a usar o papel com todos os riscos de contaminação. Das 38 semanas previstas para o semestre, só foram leccionadas 7 semanas, ou seja, só 18,5 por cento do conteúdo foi aprendido até agora. Em relação aos exames de admissão ao ensino superior para o próximo ano, tudo ainda está por ser analisado e decidido. O encontro das IESP teve um carácter consultivo, e no final fhcou decido que a UEM vai acolher o próximo evento muito em breve. Parece que o objectivo é mesmo criar um Conselho de Reitores do Ensino Público.

Pág. 1 de 10

Contacte-nos

  • Endereço:
    REITORIA - Rua João Carlos Raposo Beirão nº 135 Maputo, Moçambique

  • Telefone: (+258) 21 30 67 09
    (+258) 21 32 08 60/2

  • Fax: (+258) 21 31 21 13

heraldica2

© 2017 CIUP - Centro de Informática da Universidade Pedagogica. Todos os direitos reservados.